Curiosos

pesquisar

 
Quinta-feira, 17 / 01 / 13

APSI - Associação para a Promoção da Segurança Infantil

A APSI - Associação para a Promoção da Segurança Infantil adverte:

A partir dos 4 anos, e sobretudo se tiver apoio, a criança ultrapassa facilmente qualquer barreira física. Não deixe cadeiras, móveis ou outros objetos que possam ser empurrados e utilizados para trepar perto de janelas ou guardas de varandas. Explique à criança que não deve pendurar-se ou baloiçar-se porque, sem querer, pode desequilibrar-se e cair: a sua cabeça é pesada por isso o risco de queda é maior.


publicado por Curiosos às 09:55
Quinta-feira, 17 / 01 / 13

...

11 DE JANEIRO DIA INTERNACIONAL DO OBRIGADO

 

No dia 11 de janeiro é comemorado o “Dia do Obrigado”. A data foi criada através de redes sociais na Internet e acabou sendo adotada pela população. Juntamente com por favor, desculpe-me, obrigado é uma das três palavrinhas mágicas que abrem muitas portas e fazem do nosso dia-a-dia melhor, e facilita a convivência.


publicado por Curiosos às 09:50
Terça-feira, 15 / 01 / 13

Poder do abraço

Já se comprovou que todos necessitamos de contato físico para nos sentirmos bem, e uma das formas mais importantes de contato físico é o abraço?

 

Quando nos tocamos e nos abraçamos, levamos vida aos nossos sentidos e reafirmamos a confiança nos nossos próprios sentimentos.
 Algumas vezes NÃO encontramos as palavras adequadas para expressar o que sentimos; o abraço é a melhor maneira.

Há vezes que não nos atrevemos a dizer o que sentimos, seja por timidez ou porque os sentimentos nos avassalam; nesses casos pode-se contar com o idioma dos abraços.

Os abraços, além de nos fazerem sentir bem, empregam-se para aliviar a dor,a depressão e a ansiedade. Provocam alterações fisiológicas positivas em quem toca e em quem é tocado.Aumenta a vontade de viver aos enfermos.

É importante saber que:
Os abraços são necessários para o desenvolvimento, manter-se sãoe para crescer como pessoa.

 

 

O que nos dá um abraço?

Proteção: O sentir-se protegido é importante para todos, mas é-o mais para as crianças e mais velhos, que frequentemente dependem do amor de quem os rodeia.

Segurança: Todos necessitamos de nos sentirmos seguros. Se não o conseguimos, atuamos de forma ineficaz e as nossas relações interpessoais declinam.

Confiança: A confiança faz-nos avançar quando o medo se impõe ao nosso desejo de participar com entusiasmo em algum desafio da vida.

Força: Quando transferimos a nossa energia com um abraço, as nossas próprias forças aumentam.

Saúde: O contato físico e o abraço partilham uma energia vital capaz de sanar ou aliviar enfermidades

Auto-valorização: Através do abraço podemos transmitir uma mensagem de reconhecimento do valor e excelência de cada indivíduo.

 

UM ABRAÇO

Faz e Diz Muitíssimo;
abrace os seus amigos,
abrace a sua família,
abrace o seu animal de estimação…


ABRACE TODOS, E SEJA FELIZ!!

publicado por Curiosos às 09:32
Terça-feira, 15 / 01 / 13

Como educadar, desde o primeiro dia?

publicado por Curiosos às 09:29
Terça-feira, 15 / 01 / 13

Teatro uma terapia

Teatro infantil: uma boa terapia

As peças de teatro infantil podem ajudar as crianças a encontrar soluções para fazer frente às suas carências afectivas. Daí a importância de companhias de teatro como a «Magia e Fantasia», um grupo de actores que faz adaptações de contos de fadas com a ajuda da psicóloga Cristina Freire.

«As mensagens têm de ser simples e claras, porque até uma certa idade só existe o bom e o mau», explica esta especialista, que dá orientações tendo em conta a forma como as crianças constroem o seu imaginário nas diferentes idades.
Assistir a uma peça teatral pode, muitas vezes, servir de terapia, pois, «para as crianças que estão a passar por um mau momento vão, através do conto de fadas, conseguir encontrar soluções adequadas, numa linguagem que conseguem compreender, sem que tenham de aceder à consciência», esclarece Cristina Freire.

Isto acontece porque estas histórias costumam ter uma componente trágica, como a morte da mãe ou a rivalidade entre irmãos, enredos que costumam terminar com um fim feliz e que deixam alguma esperança nestas crianças que têm problemas de afectividade.


publicado por Curiosos às 09:09
Terça-feira, 15 / 01 / 13

iPai!

publicado por Curiosos às 09:06
Terça-feira, 15 / 01 / 13

Alimentação saudável das crianças

publicado por Curiosos às 09:04
Terça-feira, 15 / 01 / 13

5 ideias para a festa de anos do seu filho no jardim de infância

Quer assinalar a festa de aniversário do seu filho na creche ou no jardim-de-infância com os seus amigos, gostava de fazer uma coisa diferente do bolo do costume e deixar uma marca na vida do seu filho, então, aqui, deixamos cinco (novas) ideias:







1 - Dê o seu próprio tempo como presente

As crianças pequenas sentem-se muito especiais quando a mãe ou o pai vem à escola. No dia dos anos do seu filho, proponha-se ir à sala ler uma história para todo o grupo, ajude a educadora numa atividade da sala, no pátio ou no recreio. Ou, então, na área das construções e dos blocos, construa um bolo de faz de conta, cante os parabéns e sopre as velas (tudo a fingir). Será um dia de que o seu filho não se vai esquecer!

2 - Planeie uma atividade especial para a sala

Pense numa atividade para realizar na sala do seu filho e leve consigo os materiais necessários. Faça uma decoração original de chapéus de aniversário. Ou, à frente das crianças execute um trabalho, organize um projeto de ciências ou jogue um jogo com todos. Procure ideias nos livros ou na internet com o seu filho e escolha uma atividade. Pode ter a certeza que o seu filho vai ficar orgulhoso da mãe ou do pai, não importa a atividade que faça.

3 – Faça uma oferta à escola ou à sala do seu filho

Aproveite o dia para oferecer alguma coisa, não importa se é pequena, à sala do seu filho, assinalando a data de aniversário. Há muitas coisas possíveis: livro, puzzle, brinquedo, música, vídeo... A educadora pode dar uma ideia. Faça a compra na companhia do seu filho. Cole uma etiqueta: “este livro foi oferecido, em comemoração do aniversário de ……..." Não esqueça de colocar a data. O seu filho e a escola vão apreciar o presente, durante muito tempo.

4 – Leve comida, simples e original

A comemoração do aniversário, muitas vezes, é feita durante a hora do almoço ou do lanche. As crianças adoram coisas simples como biscoitos ou queques. Se os empilhar, num prato, na forma de bolo, pode colocar no centro uma vela e cantar os parabéns. Pode fazer o mesmo com sanduíches pequeninas. Nas formas de papel de queques pode colocar bocadinhos de frutas de cores variadas – uma ideia para dias de sol. O seu filho e os seus amigos vão adorar.

5 – Ofereça uma lembrança do seu filho

Pense numa lembrança que ilustre os interesses ou as memórias do seu filho, quando era pequeno para partilhar com o grupo da sala. Pode fazer um desenho ou uma colagem de fotos ou pode escrever uma pequena história, com palavras e figuras que o seu filho escolheu ou recortou, em casa, para levarem no dia de anos. A história, as palavras e as ilustrações podem dar origem a um pequeno livro que pode encapar, fazer duas cópias e deixar uma na escola.

Em síntese:

Os aniversários marcam a passagem do tempo e devem ser momentos para destacar as relações especiais entre as pessoas. Por isso, em vez do bolo do costume (que depois de comido se esquece mais depressa), faça qualquer coisa original e simples que fique na memória do seu filho e dos seus amigos, por muito tempo.



publicado por Curiosos às 08:58
Terça-feira, 15 / 01 / 13

Dia Nacional do pijama

Dia Nacional do Pijama



A imagem do Dia Nacional do Pijama foi criada por Yara Kono, ilustradora luso-japonesa vencedora do Prémio Nacional de Ilustração da Direção Geral do Livro e das Bibliotecas.
O Dia Nacional do Pijama é um dia solidário feito por crianças que ajudam outras crianças. Neste dia - 20 de Novembro, data que coincide com o Dia Internacional da Convenção dos Direitos da Criança - todas as crianças até aos 6 anos de idade, das escolas e instituições que aderirem, de todo o país, vêm de pijama para a escola onde passam o dia em atividades originais e divertidas. Esta iniciativa da Mundos de Vida realiza-se em nome de uma grande causa "uma criança tem direito a crescer numa família".

publicado por Curiosos às 08:53
Terça-feira, 15 / 01 / 13

6 Mitos sobre a preparação no jardim de infância para a escola primária

6 MITOS (de que se fala) sobre a preparação de uma criança no JARDIM DE INFÂNCIA para a ESCOLA PRIMÁRIA (recolhidos pela MUNDOS DE VIDA).

Os primeiros cinco anos de vida de uma criança são críticos. A sua relação e as suas primeiras experiências com o ambiente que a rodeia vão influenciar o desenvolvimento do cérebro, criando conexões neuronais que vão constituir a base para o desenvolvimento da linguagem, o raciocínio, a resolução de problemas, o comportamento e o seu bem-estar emocional - características que vão determinar, futuramente, o sucesso da criança na escola e na vida.

Existem, no entanto, alguns MITOS (de que se fala) sobre o papel que o Jardim-de-Infância deve ter na preparação da criança para a Escola Primária, que é bom esclarecer:

MITO 1 – Ensinar o alfabeto todo é fundamental para preparar uma criança para a escola primária.
VERDADE: Não é assim. Aprender o alfabeto não é realmente fundamental. Aos cinco anos seria, sobretudo, reflexo de uma memorização precoce. É mais importante que as crianças saibam reconhecer as letras e identificar os seus sons.

MITO 2 - As crianças precisam saber contar até 50, antes de entrar para a escola primária.
VERDADE: Não é assim. Embora seja importante que as crianças entendam a ordem dos números, é mais importante que entendam a correspondência de 1 para 1 (que cada número contado corresponde a um objeto, a uma pessoa, …) e compreendam a noção de quantidade.

MITO 3 – Quanto mais coisas a educadora ensinar à criança, melhor.
VERDADE: Não é assim. As crianças entendem melhor os conceitos quando são elas próprias que estão envolvidas, ativamente, na exploração e na aprendizagem, em vez de tudo lhes ser dito por alguém. O papel da educadora e dos adultos é mais o de estar perto a estimular e a guiar, de forma intencional, a sua aprendizagem.

MITO 4 - Quanto mais a estrutura do programa de um Jardim-de-Infância se parecer com o programa da Escola Primária, mais uma criança fica melhor preparada.
VERDADE: Não é assim. Uma criança pequena aprende melhor num ambiente onde pode escolher a área onde quer brincar, onde possa selecionar os próprios materiais, pelo menos numa parte do dia, e onde lhe é dada liberdade para tentar fazer coisas novas, com o apoio da educadora que a orienta na sua aprendizagem e nas suas descobertas.

MITO 5 - As crianças precisam de estar caladas na sala para aprender melhor.
VERDADE: Não é assim. As crianças pequenas precisam de um ambiente onde se fale bastante, rico de palavras, onde os adultos criam interações para elas poderem desenvolver a linguagem e aprender novas palavras.

MITO 6 – Para aprender a escrever, deve saber desenhar todas as letras.
VERDADE: Não é assim. Embora aprender o desenho da letra tenha valor, para uma criança pequena, o mais importante é entender que se pode fazer o registo das ideias no papel. Quando uma criança faz alguns rabiscos e diz: "este é o meu pai", ou quando escreve o seu nome num desenho, a criança começa a fazer, realmente, as associações significativas entre a palavra falada e a palavra escrita.

Em síntese:

Nem sempre saber “mais e mais cedo” é o melhor. Mais do que ensinar "matérias escolares" para preparar a criança para a escola primária, o que é mais importante no jardim-de-infância é dar à criança oportunidades de explorar e fazer as suas experiências num ambiente onde a educadora e os adultos assumem o papel de alguém que apoia, guia e ajuda, com intencionalidade, a expandir a sua própria aprendizagem.

E se é verdade que um Jardim-de-Infância deve ajudar na transição, também não é menos verdade que a Escola Primária (o que nem sempre acontece ou da melhor forma) deve dedicar as primeiras semanas do primeiro ano para apoiar a criança e os seus pais na transição, ajudando-a a criar rotinas e sentir-se segura, numa nova etapa da sua vida, apresentando-se, desde o primeiro dia, como uma "escola amiga da família".

 

 

publicado por Curiosos às 08:41

mais sobre o curso

Janeiro 2013

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

últ. recentes

  • Concordo com tudo o que foi dito, mas também nem s...
  • gostei do post ... é como eu tento agir com as min...
  • A designação de Escola Primária para 1º ciclo mudo...
  • Concordo e defendo, pena que mesmo sendo mitos...s...
  • Sou educadora de infância e subscrevo..
  • Não me parece que o facto de se usar o termo escol...
  • Sou mãe de um "finalista" (como ele diz) de JI . S...
  • Achei o artigo interessante. No entanto é feita re...
  • Check! confirma-se! Só falhei nas horas do comentá...
  • Lindo texto, muitos educadores ainda ficam presos ...

arquivos

2013
2012

subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro