Curiosos

pesquisar

 
Sábado, 29 / 12 / 12

Acreditar no Pai Natl faz bem ás crianças

Acreditar no Pai Natal faz bem ás crianças


alt


Acreditar no Pai Natal, na fada dos dentes e por aí adiante torna as crianças mais criativas. A conclusão é de especialistas norte-americanos, noticia a “Rádio Renascença”.

A psicóloga Alison Gopnik refere, no seu livro “O Bebé Filosófico: o que nos diz a mente das crianças sobre o significado da vida, a verdade e o amor” (tradução livre do nome em inglês), que acreditar no Pai Natal faz com que as crianças imaginem as histórias e, se algum imprevisto acontecer (por exemplo, uma rena ficar doente), os mais novos pensam em soluções e tornam-se mais criativos. As crianças entendem como o mundo funciona e criam ideias novas, adianta a especialista.

 

Um outro estudo, realizado pela Universidade de Oregon, EUA, concluiu que as crianças que brincam e acreditam mais em fantasias se saem melhor quando têm de perceber a expectativa dos outros e distinguir a realidade da ilusão (sabem que um coelho não vai mudar de cor só porque alguém colocou um filtro de cor na sua frente).

 

Os testes foram realizados em 152 crianças com três e quatro anos. Foram questionadas, primeiro, sobre as fantasias que criavam e acreditavam e, depois fizeram alguns testes para saber como entendiam o mundo real. Além de saberem distinguir a realidade da ilusão, o grupo entendia que as perceções dependem do contexto (conseguiu entender que as pessoas podem ver uma figura de uma maneira diferente).

 

Num outro estudo mais recente com crianças, a mesma universidade testou as que tinham amigos imaginários e concluiu conseguem entender melhor os seus sentimentos e emoções.

publicado por Curiosos às 20:15
Sábado, 29 / 12 / 12

Aborto SIM OU NÃO??

 

Crise aumenta número de abortos em Portugal


No Amadora-Sintra, interrupções voluntárias  da gravidez subiram 23% nos primeiros meses do ano. Associações antiaborto culpam legislação.

O número de abortos realizados em Portugal aumentou desde o início do ano, um crescimento que pode estar associado à crise económica, segundo responsáveis clínicos, mas que os movimentos antiaborto atribuem também à legalização da Interrupção Voluntária da Gravidez (IVG).

Só no Hospital Amadora-Sintra, que serve 700 mil habitantes, foram realizadas 663 IVG nos primeiros quatro meses deste ano, um aumento de 23% em relação ao mesmo período de 2008. A corroborar este aumento está a Clínica dos Arcos: a directora desta instituição revela que, entre Janeiro e Maio, foram realizadas 2647 IVG - um aumento de 24%.

Segundo Artur Vaz, administrador do Amadora-Sintra, registou- -se também diminuição de partos. O director não hesita em atribuir estas tendências à crise e aos "receios de assumir uma gravidez não planeada" perante "cenários de instabilidade económica".

A mesma opinião tem Duarte Vilar, da Associação para o Planeamento da Família, para quem em altura de crise "é menor a margem de aceitação de uma gravidez inesperada". Salientando que a possibilidade de um novo filho é um situação delicada, Duarte Vilar acrescenta que "essa exigência é agravada com factores como o desemprego, baixa do rendimento e instabilidade profissional". Rejeita, contudo, que as pessoas estejam a substituir a contracepção pelo aborto, dizendo antes que está a existir um controlo mais forte da natalidade.

Já Joaquim Galvão, do grupo Mais Vida, Mais Família, admite que a falta de dinheiro tem impacto, mas sublinha que "a falta de valores" e a "irresponsabilidade" também contribuem para aumentar o número de IVG. O aborto como forma de contracepção revolta-me muito", critica.


O que pensam disto? Aborto ... SIM OU NÃO???


publicado por Curiosos às 20:02
Sábado, 29 / 12 / 12

A INFLUÊNCIA DA MÍDIA NAS CRIANÇAS

A influência dos mídia nas crianças

 

Desenhos animados e propagandas podem moldar a personalidade e as atitudes dos pequenos

Já parou para pensar na influência que a televisão tem na vida das crianças? Que os desenhos que eles assistem podem moldar a forma como eles se relacionam com os coleguinhas, com a família e com o mundo? Os personagens e as propagandas podem ter mais influência do que você imagina.

Segundo levantamento da Unesco, o tempo que as crianças gastam assistindo à televisão é, pelo menos, 50% maior do que o tempo dedicado a qualquer outra atividade do cotidiano, como fazer a lição de casa, ajudar à família, brincar, ficar com os amigos e ler. A programação transmitida pela TV acaba se tornando um ponto de referência na organização da família, está sempre à disposição, sem exigir nada em troca, alimentando o imaginário infantil com todo tipo de fantasia.

Há, na programação diária das centenas de canais à disposição dos pequenos, vários programas educativos e saudáveis. Desenhos que auxiliam na alfabetização, coordenação motora, desenvolvimento criativo, entre outros. Mas, por outro lado, alguns desenhos mostram violência, erotismo e consumo de drogas lícitas, como o cigarro. E, infelizmente, são esses os que fazem mais sucesso entre a garotada.

Propagandas

Seu filho liga a TV e, entre um desenho animado e outro, anúncios de brinquedo e doces repletos de açúcar. Vocês vão a uma lanchonete e o sanduíche vem junto com um brinde. No supermercado, o pacote de bolacha recheada consta como um produto rico em ferro e sais minerais. Afinal, qual é a medida certa da publicidade dirigida às crianças?

Mas não se desespere: é importante conversar com os filhos, conhecer os programas que eles assistem e orientar qual é o melhor caminho. Encoraje atividades ao ar livre, longe da televisão e do computador, sobretudo, nas férias. Incentivar a leitura, jogos de tabuleiro e atividades familiares em grupo também minimizam os efeitos nocivos da mídia e colocam as referências familiares em primeiro plano na vida dos pequenos.


publicado por Curiosos às 19:45
Sábado, 29 / 12 / 12

Dia Mundial contra o trabalho infantil

Dia mundial contra o trabalho infantil

 


O Dia Mundial Contra o Trabalho Infantil celebra-se a 12 de Junho.

A data foi instituída em 2002 pela Organização Internacional do Trabalho, agência das Nações Unidas.

Esta data visa alertar a população para o facto de muitas crianças serem obrigadas a trabalhar diariamente quando deveriam estar na escola a aprender e a construir um futuro melhor para si e para as suas famílias. O Dia Mundial Contra o Trabalho Infantil visa assim promover o direito de todas as crianças serem protegidas da exploração infantil e outras violações dos seus direitos humanos fundamentais e combater todos os tipos de trabalho infantil.

A UNICEF estima que mais de 215 milhões de crianças são vítimas de trabalho infantil, trabalhando muitas em condições de exploração infantil e sendo envolvidas em conflitos armados.


publicado por Curiosos às 19:34
Sábado, 29 / 12 / 12

...

Escravatura Infantil

 

Encontrei um video na Sic noticias muito interessante e que retrata um problema que, apesar de ter diminuido, ainda se encontra muito presente em certos países. O video fala acerca da Escravatura infantil, um problema que afeta os direitos das crianças.

 

Aqui está o link: http://videos.sapo.pt/TVNlwemDSg3Y6UuZfRmy

 

O que pensam acerca disto??

 

publicado por Curiosos às 19:27
Sábado, 29 / 12 / 12

Pornografia Inf

Identificados 256 sites de pornografia infantil

 

 

A linha portuguesa para denúncia de conteúdos ilegais na internet identificou no ano passado 256 casos de pornografia infantil e 33 sites com conteúdos racistas e xenófobos.

Segundo Lino Santos, da direcção técnica da Fundação para a Computação Científica Nacional (FCCN), o site linhaAlerta.internetsegura.pt - onde qualquer pessoa pode denunciar conteúdos ilegais na internet - teve 212 385 visitas desde a sua activação, em finais de Junho passado, e registou 1226 denúncias.

De acordo com este responsável, do total das denúncias foram aceites «300 de conteúdos ilícitos», nomeadanente «256 casos de pornografia infantil, 33 sites com conteúdos xenófobos ou racistas e 11 de violência extrema».

publicado por Curiosos às 19:24
Sábado, 29 / 12 / 12

Ensaio de lingerie infantil retoma polêmica de crianças na moda

Ensaio de lingerie infantil retoma polêmica de crianças na moda

 

Em janeiro deste ano, uma edição polêmica da “Vogue” Paris publicou um ensaio com modelos infantis em poses e roupas de adultas. As meninas não passavam dos seis anos e usavam salto alto, batom forte e roupas de grife. “Em vez de meninas brincando de se vestir no closet da mãe, essas fotos mostram crianças crescendo rápido demais”, disse um colunista especializado à época. A controvérsia das crianças retratadas como adultas em ensaios de moda ressurgiu nesta semana em função de uma campanha de lingerie infantil que traz meninas posando de calcinha e sutiã (veja o ensaio na galeria abaixo).

A grife Jours Après Lunes, também francesa – como a “Vogue” de que falamos – e responsável pelas fotos, é especializada em “loungerie” (uma espécie de lingerie para usar em casa) para crianças de 4 a 12 anos – e disponibiliza modelos adultos também, para mães e filhas ficarem combinando. O que causou reboliço no mundo da moda não foi o fato de a marca produzir lingerie para uma idade que não deve atentar para isso ainda, mas sim as fotos da campanha, taxadas como absurdas. Nelas, as meninas posam seminuas com uma sensualidade imprópria para a faixa etária de que fazem parte. Confira as fotos abaixo e deixe seu comentário: o que você acha dessas fotos?


publicado por Curiosos às 19:01
Sábado, 29 / 12 / 12

O que fazer quando a criança insiste em dormir com os pais?

O que fazer quando a criança insiste em dormir com os pais?

 

Quem de nós não se lembra, quando da nossa infância, ao anoitecer, aquela corrida com os lençóis debaixo do braço rumo ao quarto dos nossos pais?!… Chegávamos de mansinho e íamos logo pulando na sua cama e junto à eles nos acomodávamos.

A cama da mamãe e do papai é mais gostosa, o sono é mais agradável e a companhia deles é algo mágico e encantador!

Esta situação retrata um problema que muitos pais estão passando atualmente, um costume que há muito tempo vem sendo palco do desassossego para a família. O que fazer para mudar esta situação na hora de dormir?

Brincar e desfrutar um pouco da companhia dos pais é muito gostoso e saudável para a criança, mas o que não pode acontecer, é virar uma rotina e a criança só querer adormecer e passar à noite com os pais em sua cama.

Compete aos pais educarem seus filhos e propiciarem um desenvolvimento saudável, cheio de descobertas e principalmente, com muito diálogo e compreensão de ambas as partes.

Se ao anoitecer a criança alega ter medo do escuro, não consegue dormir sozinha, se estar insegura ou qualquer outro motivo, compete aos pais sentar e conversar com a criança e mostrar que todos esses sentimentos não fazem sentido quando os têm por perto. Então podemos criar uma certa rotina:

J a hora de ir para cama deve ser um momento agradável e não um castigo pelo fato da criança ter feito algo errado;

J procurar criar um horário adequado para ir dormir todos os dias, embora nos finais de semana este possa sofrer uma pequena alteração;

J contar historinhas e fazer com que a criança sinta-se segura e caso aconteça qualquer episódio durante à noite, os pais estarão bem pertinho para ajudá-la;

J as sombras ou ruídos estranhos fazem parte da noite, são reflexos de alguma iluminação ou mesmo barulhos da rua;

Desta forma, assegure a seu filho que vocês estarão sempre por perto, que ele é muito importante em suas vidas e quando sentir alguma necessidade basta apenas chama-los. Se necessário, pode deixar uma luz acesa e permitir a criança dormir com um objeto que muito lhe agrada, um peluche, por exemplo.

É importante lembrar que o medo existe, principalmente na faixa etária entre 2 a 4 anos, mas é algo passageiro, caso contrário, procure ajuda de um especialista.

Educar o filho é amar, compreender suas necessidades e acima de tudo aceitá-lo com suas limitações e inseguranças.

Boa noite, durma com os anjos!…


publicado por Curiosos às 18:49
Sábado, 29 / 12 / 12

...

Dia Mundial da Criança

 

 

  • Ao contrário do que muitas pessoas pensam, o Dia Mundial da Criança não é só uma festa onde as crianças ganham presentes.
  • É um dia em que se pensa nas centenas de crianças que continuam a sofrer de maus tratos, doenças, fome e discriminações (discriminação significa ser-se posto de lado por ser diferente).
  • Sabias que o primeiro Dia Mundial da Criança foi em 1950?
  • Tudo começou logo depois da 2ª Guerra Mundial, em 1945.
    Muitos países da Europa, do Médio Oriente e a China entraram em crise, ou seja, não tinham boas condições de vida.
  • As crianças desses países viviam muito mal porque não havia comida e os pais estavam mais preocupados em voltar à sua vida normal do que com a educação dos filhos. Alguns nem pais tinham!
  • Como não tinham dinheiro, muitos pais tiravam os filhos da escola e punham-nos a trabalhar, às vezes durante muitas horas e a fazer coisas muito duras.
  • Sabias que mais de metade das crianças da Europa não sabia ler nem escrever? E também viviam em péssimas condições para a sua saúde.
  • Em 1946, um grupo de países da ONU (Organização das Nações Unidas) começou a tentar resolver o problema. Foi assim que nasceu a UNICEF.
  • Mesmo assim, era difícil trabalhar para as crianças, uma vez que nem todos os países do mundo estavam interessados nos direitos da criança.
  • Foi então que, em 1950, a Federação Democrática Internacional das Mulheres propôs às Nações Unidas que se criasse um dia dedicado às crianças de todo o mundo.
  • Este dia foi comemorado pela primeira vez logo a 1 de Junho desse ano!

Com a criação deste dia, os estados-membros das Nações Unidas, reconheceram às crianças, independentemente da raça, cor, sexo, religião e origem nacional ou social o direito a:

  • - afecto, amor e compreensão;
    - alimentação adequada;
    - cuidados médicos;
    - educação gratuita;
    - protecção contra todas as formas de exploração;
    - crescer num clima de Paz e Fraternidade universais.
  • Sabias que em só nove anos depois, em 1959 é que estes direitos das crianças passaram para o papel?
  • A 20 de Novembro desse ano, várias dezenas de países que fazem parte da ONU aprovaram a "Declaração dos Direitos da Criança".
    Trata-se de uma lista de 10 princípios que, se forem cumpridos em todo o lado, podem fazer com que todas crianças do mundo tenham uma vida digna e feliz.
  • Claro que os Dia Mundial da Criança foi muito importante para os direitos das crianças, mas mesmo assim nem sempre são cumpridos.
  • Então, quando a "Declaração" fez 30 anos, em 1989, a ONU também aprovou a "Convenção sobre os Direitos da Criança", que é um documento muito completo (e comprido) com um conjunto de leis para protecção dos mais pequenos (tem 54 artigos!).

Esta declaração é tão importante que em 1990 se tornou lei internacional!

 

 


publicado por Curiosos às 18:28
Sábado, 29 / 12 / 12

Massagem Infantil

Massagem Infantil

 

 

 


Muito se fala da Massagem Infantil. Desde o método Shantala passando por outras técnicas de massagem, mas quais os beneficios de realizar uma massagem nos nossos filhos? Deixamos algumas Boas Razões para iniciar esta prática que faz bem à Criança, aos Pais e à Família!

  • Contribui para um estado de harmonia e paz
  • Cria um espaço e tempo de comunicação pelo toque, onde o amor, a compaixão e o respeito estão presentes e se expressam naturalmente
  • Promove o estabelecer de uma relação de confiança entre a criança e os Pais
  • Ajuda ao saudável funcionamento do sistema gastro-intestinal da criança, ajudando a aliviar situações de desconforto provocadas por congestão, gás ou cólicas
  • Relaxa e promove uma regulação emocional desde cedo, no bebé, reduzindo o choro e o stress
  • Promove um maior conhecimento sensorial por parte da criança do seu corpo, dos seus limites
  • Promove o tónus muscular e melhora a circulação
  • Promove um sono tranquilo e estimula todo o sistema fisiológico
  • Melhora a respiração e pode ajudar a diminuir o desconforto provocado pela dentição
  • Promove a Vinculação segura entre a Criança e o Bebé através do toque, do olhar, da voz, do cheiro, do movimento e da regulação térmica
publicado por Curiosos às 18:14

mais sobre o curso

Dezembro 2012

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
16
17
20
21
22
23
24
25
26
27
28
30
31

últ. recentes

  • Concordo com tudo o que foi dito, mas também nem s...
  • gostei do post ... é como eu tento agir com as min...
  • A designação de Escola Primária para 1º ciclo mudo...
  • Concordo e defendo, pena que mesmo sendo mitos...s...
  • Sou educadora de infância e subscrevo..
  • Não me parece que o facto de se usar o termo escol...
  • Sou mãe de um "finalista" (como ele diz) de JI . S...
  • Achei o artigo interessante. No entanto é feita re...
  • Check! confirma-se! Só falhei nas horas do comentá...
  • Lindo texto, muitos educadores ainda ficam presos ...

arquivos

2013
2012

subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro