Acreditar no Pai Natal faz bem ás crianças


alt


Acreditar no Pai Natal, na fada dos dentes e por aí adiante torna as crianças mais criativas. A conclusão é de especialistas norte-americanos, noticia a “Rádio Renascença”.

A psicóloga Alison Gopnik refere, no seu livro “O Bebé Filosófico: o que nos diz a mente das crianças sobre o significado da vida, a verdade e o amor” (tradução livre do nome em inglês), que acreditar no Pai Natal faz com que as crianças imaginem as histórias e, se algum imprevisto acontecer (por exemplo, uma rena ficar doente), os mais novos pensam em soluções e tornam-se mais criativos. As crianças entendem como o mundo funciona e criam ideias novas, adianta a especialista.

 

Um outro estudo, realizado pela Universidade de Oregon, EUA, concluiu que as crianças que brincam e acreditam mais em fantasias se saem melhor quando têm de perceber a expectativa dos outros e distinguir a realidade da ilusão (sabem que um coelho não vai mudar de cor só porque alguém colocou um filtro de cor na sua frente).

 

Os testes foram realizados em 152 crianças com três e quatro anos. Foram questionadas, primeiro, sobre as fantasias que criavam e acreditavam e, depois fizeram alguns testes para saber como entendiam o mundo real. Além de saberem distinguir a realidade da ilusão, o grupo entendia que as perceções dependem do contexto (conseguiu entender que as pessoas podem ver uma figura de uma maneira diferente).

 

Num outro estudo mais recente com crianças, a mesma universidade testou as que tinham amigos imaginários e concluiu conseguem entender melhor os seus sentimentos e emoções.

publicado por Curiosos às 20:15