A influência dos mídia nas crianças

 

Desenhos animados e propagandas podem moldar a personalidade e as atitudes dos pequenos

Já parou para pensar na influência que a televisão tem na vida das crianças? Que os desenhos que eles assistem podem moldar a forma como eles se relacionam com os coleguinhas, com a família e com o mundo? Os personagens e as propagandas podem ter mais influência do que você imagina.

Segundo levantamento da Unesco, o tempo que as crianças gastam assistindo à televisão é, pelo menos, 50% maior do que o tempo dedicado a qualquer outra atividade do cotidiano, como fazer a lição de casa, ajudar à família, brincar, ficar com os amigos e ler. A programação transmitida pela TV acaba se tornando um ponto de referência na organização da família, está sempre à disposição, sem exigir nada em troca, alimentando o imaginário infantil com todo tipo de fantasia.

Há, na programação diária das centenas de canais à disposição dos pequenos, vários programas educativos e saudáveis. Desenhos que auxiliam na alfabetização, coordenação motora, desenvolvimento criativo, entre outros. Mas, por outro lado, alguns desenhos mostram violência, erotismo e consumo de drogas lícitas, como o cigarro. E, infelizmente, são esses os que fazem mais sucesso entre a garotada.

Propagandas

Seu filho liga a TV e, entre um desenho animado e outro, anúncios de brinquedo e doces repletos de açúcar. Vocês vão a uma lanchonete e o sanduíche vem junto com um brinde. No supermercado, o pacote de bolacha recheada consta como um produto rico em ferro e sais minerais. Afinal, qual é a medida certa da publicidade dirigida às crianças?

Mas não se desespere: é importante conversar com os filhos, conhecer os programas que eles assistem e orientar qual é o melhor caminho. Encoraje atividades ao ar livre, longe da televisão e do computador, sobretudo, nas férias. Incentivar a leitura, jogos de tabuleiro e atividades familiares em grupo também minimizam os efeitos nocivos da mídia e colocam as referências familiares em primeiro plano na vida dos pequenos.


publicado por Curiosos às 19:45